Carnaval para a Infância e Juventude destacou os 30 anos da assinatura da Convenção dos Direitos da Criança

24-02-2020

O Carnaval para a Infância e Juventude, organizado pela Associação Fernão Mendes Pinto em parceria com a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, realizou-se no passado sábado, dia 22 de fevereiro.
Sob o tema pedagógico "Educar com amor, um gesto de cada vez" desfilaram cerca de 900 foliões, entre adultos, jovens e crianças, trajados a rigor.
Neste evento destacou-se a alusão aos 30 anos da assinatura da Convenção dos Direitos da Criança (1989), tratado histórico que reconhece diferentes direitos humanos das crianças e que permitiu uma profunda alteração da forma como estas são protegidas em todo o Mundo.
O desafio foi lançado pela equipa do Projeto ADN, Ativar os Direitos dos mais Nov@s (financiado pelo EEA Grants, Programa Cidadãos Ativ@s), no âmbito da Campanha Direito à Opinião e Participação - saber ouvir para as defender!
Pretendeu-se, mais uma vez, chamar a atenção para a importância em reconhecer a criança enquanto sujeito de direitos e, em particular, para a necessidade de Portugal cumprir as Diretivas Internacionais e Nacionais na promoção dos Direitos da Criança, dando atenção ao direito de opinião e participação da criança nos processos que lhes dizem respeito, seja na família, na escola, ou na comunidade.
Cada grupo desfilou relembrando alguns dos 54 artigos que compõem a Convenção dos Direitos das Crianças, e foram ainda distribuídas 800 pulseiras de pulso alusivas à campanha.
Esta foi mais uma das estratégias utilizadas na tentativa de mudar crenças secularmente enraizadas de um papel de subalternização e clara diminuição das reais competências das crianças, crenças estas que não são compatíveis com os princípios de cidadania participativa que se exige nas sociedades ditas democráticas.

#Cidadaosativos #EEAGrants #ProjetoADN #Carnaval #AFMP #Montemorovelho

Crie o seu site grátis!